Lidar com o Desemprego



As palavras chave para gerir a situação

Quem passa por uma situação de desemprego tem de enfrentar no seu dia-a-dia uma série de desafios para os quais nem sempre é fácil encontrar resposta. É importante não desistir ainda antes de começar e ter a consciência de que, numa situação de tamanha complexidade, é necessário desenvolver ao máximo todas as capacidades que lhe poderão ajudar a ultrapassar os momentos mais difíceis. Desvendamos as palavras chave para lidar com uma situação de DESEMPREGO:


Determinação – É muito importante que uma pessoa que perdeu o seu emprego mantenha a determinação. Acreditar nas suas capacidades e encarar os potenciais empregadores de “cabeça erguida”, pode fazer a diferença face a outros candidatos.

Entusiasmo – O desânimo é um dos piores inimigos de quem procura emprego. Não se culpe pela situação por que está a passar. Apesar de todas as dificuldades, é importante acreditar e manter a esperança de que vai rapidamente encontrar um solução para o seu problema.

Sorte – Tal como noutros aspectos da vida, o factor sorte pode ser muito importante numa situação de desemprego. Estar “no sítio certo na hora certa” pode ser a receita para resolver um problema que já se tentou solucionar de inúmeras formas. Procure dar um “empurrão” para que a sorte lhe bata à porta, estando muito atento a tudo a que podem ser oportunidades.

Experiência – Mesmo que não seja exactamente na direcção que pretende que a sua carreira siga é importante não parar totalmente enquanto está desempregado. Sejam empregos temporários, voluntariado, formação... são várias as possibilidade de enriquecer o seu CV e demonstrar vontade de trabalhar.

Mobilização – É fundamental procurar bater a tantas “portas” quanto possível. Mobilizar amigos, familiares e antigos colegas para “a sua causa” pode ser um passo importante. Quantas mais pessoas à sua volta estiverem sensibilizadas para a sua situação, mais fácil poderá ser ter acesso a oportunidades de emprego, especialmente aquelas que não chegam a ser divulgadas.

Paciência – Quem está desempregado vê muitas vezes a sua paciência ser posta à prova. São as oportunidades que não surgem, as empresas que não dão ou tardam em dar resposta às candidaturas, é ver o tempo a passar sem qualquer perspectiva de ver a sua situação alterada. É importante encontrar formas de relaxar e retemperar as forças.

Rigor - A procura de emprego não deve ser encarada como um passatempo. É importante dedicar-se a esta tarefa com rigor. Procure estabelecer horários ou, pelo menos, determinar a quantidade de tempo para dedicar-se diariamente a esta actividade.

Ensinamentos– Enquanto atravessa uma situação de desemprego é importante tentar retirar alguns ensinamentos. Por exemplo, procurar reconhecer situações que possam ter corrido mal numa entrevista para não repeti-las em entrevistas futuras.

Gestão – Quem está desempregado tem de se tornar num verdadeiro gestor. Há que aprender a gerir um orçamento familiar que fica necessariamente mais reduzido, todo o tempo que passa a ter “em mãos”, a sensação de culpa que acaba por sentir por estar a passar por aquela situação, o desconforto perante família e amigos...

Orientação – Se sente que não é capaz de ultrapassar esta situação sozinho, que já não é capaz de vencer o desânimo ou que já está a entrar numa fase de real desespero, talvez seja a altura de procurar ajuda psicológica ou de alguma instituição que possa de alguma forma facilitar a sua integração no mercado de trabalho.


Fontes: "net empregos" e "sapo"

Siga-nos no Facebook


Sem comentários: