Emprego: Perfil nas redes sociais




Quando criamos um perfil numa rede social (como facebook, twitter, etc.) estamos longe de imaginar a influência que isso pode vir a ter no momento da procura de emprego. Na realidade, cada vez mais os seleccionadores recorrem a todo o tipo de estratégias para avaliar os candidatos, e esta começa a ser utilizada como uma forma de conhecer uma versão mais real do que aquela que é apresentada através da entrevista. Apesar de algumas pessoas poderem considerar isto uma invasão de privacidade, a verdade é que a informação está disponibilizada publicamente para qualquer um ver.
Conheça alguns truques para defender-se da “invasão” de visitantes indesejados à sua área pessoal e dos possíveis efeitos nocivos que isso pode ter para a sua candidatura:

# Limitar o acesso  -  Logo à partida pode começar por alterar a privacidade da sua conta e impedir que o seu perfil seja visitado por pessoas que não pertençam à sua rede de amigos.

# Email profissional A criação de uma conta de email que utilize apenas na sua procura de emprego pode prevenir que o seleccionador chegue à sua página. Este truque funciona melhor para quem tem um nome muito comum e que não permita chegar de forma muito fácil à sua página, sem ser através do email.

# Alcunha  Quem tenha um nome menos comum pode ser “descoberto” mais facilmente. Se este é o seu caso, utilize para o seu registo uma alcunha por que seja conhecido pelos seus amigos e familiares, mas que não seja facilmente identificada por “estranhos”.

# Informação exposta – As pessoas formam facilmente impressões sobre as outras, mesmo sem as conhecerem. Por isso, é importante que tenha atenção às fotos, comentários e outra informação que tenha disponível no seu perfil. Mesmo que lhe pareçam inofensivos, podem ser suficientes para excluí-lo de um processo de recrutamento.

# Senso comum  – Não se trata de banir todo e qualquer tipo de informação mais pessoal. Simplesmente devem ser evitadas frases e fotos com as quais se sentiria envergonhado se soubesse que iriam ser vistas por outras pessoas que não aquelas em que estaria a pensar à partida.

# Fazer-se encontrar – Uma hipótese de fazer o “jogo virar a seu favor”, consiste em criar um perfil para ser encontrado, com o tipo de informação que quer que seja visto pelas empresas, revelando, por exemplo, as suas preocupações sociais, através de imagens relativas a acções de voluntariado em que tenha estado envolvido.

# Actualizar o perfil Se criou o seu perfil numa altura em que não estava à procura de emprego, nem sequer tinha esse género de preocupações, e entretanto deixou de “frequentar” o site em questão, talvez esteja na altura de rever a sua página e eliminar qualquer coisa que possa ser menos abonatória.


Fontes: "net empregos" e "sapo"

 
Siga-nos no Facebook


Sem comentários: